Últimas Notícias

quinta-feira, 25 de julho de 2019

Pai é preso após estuprar e engravidar a filha de 17 anos

Um homem, de 63 anos e pai, foi preso pela Polícia Militar (PM) por estuprar e engravidar a própria filha, de 17 anos, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (MG), nesta quarta-feira, 24.

Na terça-feira, 23, a adolescente denunciou o pai, que havia fugido. Ela contou as autoridades que era estuprada e ameaçada por ele há três anos e desconfia que a criança que pariu, hoje com 2 anos, pode ser filha dele.

O homem nega as acusações.


Na manhã desta quarta-feira, segundo a polícia, o pai ligou para a adolescente por volta das 9h30 marcando um encontro. Ela comunicou à polícia, que a acompanhou de longe e fez a prisão. Os policiais que atenderam a ocorrência acreditam que o homem queria fazê-la desistir de registrar a queixa.

Ainda segundo informações da polícia, o pai da jovem foi preso ferido. Isso porque antes do flagrante, um familiar teria dado duas facadas nas costas do homem.

Ele foi encaminhado para o Hospital João XXIII, onde recebe atendimento médico e assim que liberado será encaminhado para a Delegacia Especializada de Crimes Contra a Mulher.

Crimes

A adolescente contou que passou a morar com o pai em 2016, depois que a mãe ficou doente, em Campo das Vertentes, cidade onde viviam. Na época, ela tinha 14 anos.

Desde então, o pais passou a estuprá-la varias vezes. De acordo com a polícia, a jovem nunca contou nada para ninguém por ter medo. O pai a ameaçava de morte, dizia que a expulsaria de casa ou a entregaria ao Conselho Tutelar.

VEJA COMO AGIR CASO VOCÊ SEJA VÍTIMA DE ESTUPRO

Na noite anterior a fuga, a adolescente estava dormindo e acordou com o pai na cama tocando suas partes íntimas. Ela disse que o empurrou e saiu correndo e pediu ajuda a uma amiga. Essa amiga então teria contato o que acontecia para o irmão da vítima. O rapaz foi pedir explicações ao pai. Eles começaram a brigar e o suspeito fugiu.

Durante o registro da ocorrência, a jovem falou da desconfiança de que a gravidez que teve pode ter sido resultado dos estupros cometidos pelo pai. Ela também solicitou medidas imediatas de proteção, já que teme pela sua integridade e a da criança. A adolescente foi levada para a Delegacia de Plantão de Contagem, onde passará por exame de corpo de delito.


catraca livre

Comente aqui com o Facebook: