Últimas Notícias

sexta-feira, 19 de julho de 2019

Lava Jato pega ex-presidente do Peru

O ex-presidente do Peru, Alejandro Toledo, foi detido terça-feira (16/7) na Califórnia, EUA, por implicações na investigação da Lava Jato, aqui do Brasil e suspeito de ter recebido mais de 18 milhões de euros em subornos.
O ex-presidente teria sido pago pelas construtoras brasileiras Odebrecht e Camargo Correa, no âmbito da licitação para a construção da parte peruana da chamada Estrada do Pacífico, conhecida no Peru como “Carretera Interoceánica Sur“.

Toledo é acusado de lavagem de dinheiro, conluio e tráfico de influência.
No Peru ele alegou inocência e depois fugiu para evitar cumprir uma pena de 18 meses de prisão preventiva no âmbito da investigação ao caso Odebrecht.
A chefe da Unidade de Cooperação Judicial Internacional e Extradições, Celia Goycochea Ruiz, afirmou que a detenção aconteceu pelas 6:30 da manhã, hora local na costa oeste dos Estados Unidos, tendo por base o pedido de extradição formulado pela Equipe Especial Lava Jato.
| La fiscal superior Celia Goycochea Ruiz, jefa de la Unidad de Cooperación Judicial Internacional y Extradiciones, informó sobre la detención del expresidente Alejandro Toledo, ocurrida hoy, en el estado de California, EE.UU. https://bit.ly/2XUvHfY 
Ver imagem no Twitter
39 pessoas estão falando sobre isso
Alejandro Toledo já teria sido interrogado pelas autoridades norte-americanas e permanece detido amanhã, dia em que será publicada, pelas 10:30 (hora local na Califórnia), a decisão judicial para saber se aguarda em prisão ou em liberdade sob fiança o desenrolar do processo de extradição pedido pelo Peru a 25 de maio de 2018.

 Euronews

Comente aqui com o Facebook: