Últimas Notícias

terça-feira, 30 de julho de 2019

Polícia de SP conclui inquérito e não indicia Neymar por estupro e agressão

A Polícia Civil decidiu não indiciar o jogador Neymar pelo crime de estupro e agressão. O inquérito que apurava as acusações de estupro feitas pela modelo Najila de Souza foi concluído nesta segunda-feira (29).

As promotoras do Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Doméstica (Gevid) podem oferecer denúncia, pedir arquivamento do inquérito ou novas diligências. O Ministério Público tem 15 dias para que se manifeste.


No começo deste mês, a Justiça autorizou o pedido para prorrogação do inquérito por até 30 dias e a delegada solicitou o acesso às imagens das câmeras de segurança do hotel em Paris, local onde teria ocorrido o abuso.


MaisPB

Comente aqui com o Facebook: