Últimas Notícias

quinta-feira, 9 de maio de 2019

Ex-presidente do Peru é acusado de lavagem de dinheiro em esquema envolvendo Odebrecht

(Dois ex-presidentes, ao centro a esposa do Humala)
O fiscal Germás Juárez foi a Sala Penal Nacional em Lima para apresentar uma acusação formal contra o ex presidente Ollanta Humala e sua esposa, Nadine Heredia. Humala governou o Peru de 2011 a 2016.

O casal foi acusado de lavar dinheiro no caso de corrupção envolvendo a empresa brasileira Odebrecht para a campanha eleitoral em 2011. Humala e sua esposa Nadine, conforme a acusação, receberem uma contribuição ilegal de três milhões de dólares da Odebrecht.


Juárez informou que na acusação também está incluído o Partido Nacionalista (partido do ex-presidente) como acusado. Segundo ele, o partido foi usado com a finalidade de lavar dinheiro.

Esta é a primeira acusação contra um ex-presidente peruano pelo escândalo da Odebrecht, empresa que reconheceu ter distribuído milhões de dólares no Peru em propinas e doações ilegais de campanha.

O escândalo atinge quatro ex-presidentes peruanos, entre eles Alan García (1985-1990 e 2006-2011), que cometeu suicídio em 17 de abril, quando seria preso no âmbito desta investigação.

A ex-primeira-dama é acusada, porque o ex-chefe da Odebrecht no Peru, o brasileiro Jorge Barata, confessou aos promotores peruanos ter entregue o dinheiro a ela, pessoalmente.


Com informações de NTN24.com

Comente aqui com o Facebook: