Últimas Notícias

Veja as Manchetes!

quarta-feira, 13 de março de 2019

Sobe para 10 o número de mortos no ataque de Suzano; atiradores são identificados

O tiroteio em uma escola pública de Suzano, no interior de São Paulo, na manhã desta quarta-feira (13), deixou ao menos 10 mortos, incluindo estudantes e os dois responsáveis pelo ataque, que eram adolescentes, segundo as últimas informações divulgadas pela Polícia Militar de São Paulo. Há ainda 23 feridos, que foram encaminhados a hospitais próximos.


Risco de bombas

A escola está isolada sob o risco de ainda haver artefatos explosivos no interior. Segundo o comandante-geral da Polícia Militar, equipes do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) estão fazendo uma varredura na unidade. A informação é do jornal Estado de S.Paulo. 

“A preocupação nesse momento é desmantelar os artefatos explosivos, prestar socorro às vítimas e atender as famílias”, disse o coronel Salles. Ele não informou quantos artefatos desse tipo foram encontrados.

Atiradores  utilizavam quatro carregadores

Segundo a Polícia Militar, os atiradores são Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25 anos. Eles se mataram após abrirem fogo na escola. As informações ainda são desencontradas, mas a polícia chegou a dizer que os atiradores são ex-alunos do colégio. O governador João Doria disse que isso ainda estava sob investigação.

Os atiradores levavam consigo 4 jet loaderes, que são peças de plástico usadas como carregadores, uma arma de calibre 38, uma besta (espécie arma medieval que dispara flechas), uma caixa que aparenta ser explosivo e garrafas montadas como coquetéis molotov.

A polícia ainda informa que antes de entrar na escola, os dois atiradores atiraram contra o proprietário de um lava-jato que fica em frente à escola. O homem está passando por cirurgia na Santa Casa de Suzano. A informação é do jornal Folha de S.Paulo. 


Brasil 247

Comente aqui com o Facebook: