Últimas Notícias

Veja as Manchetes!

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Prefeito de Bayeux preso por crime de corrupção já recebeu este ano 222 mil reais de salário sem trabalhar

Todo mundo sabe que o prefeito de Bayeux Berg Lima foi preso em flagrante em julho de 2017, em uma ação do Ministério Público da Paraíba (MPPB), acusado de corrupção passiva e peculato após receber dinheiro de um empresário fornecedor da prefeitura de Bayeux.
Todo mundo sabe que o prefeito de Bayeux Berg Lima ficou 146 dias preso no 5º Batalhão de Polícia Militar da Paraíba sem dá um dia de expediente.

Todo mundo sabe que o prefeito de Bayeux Berg Lima foi solto e continua afastado da prefeitura de Bayeux.
Todo mundo sabe que o Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) emitiu julho um alerta ao prefeito interino de Bayeux, o vereador Mauri Batista da Silva, o Nôquinha, para que suspendesse os pagamentos ao prefeito afastado Berg Lima.
Pouca gente sabe que Berg Lima está recebendo um salário mensal de R$ 20.257,60 pagos pelos cofres públicos, durante mais de um ano após seu afastamento.
Moral da história? O pagamento do salário ao prefeito afastado vai contra parecer do TCE-PB. Em sessão realizada no dia 13 de junho, o TCE entendeu que “é indevido o pagamento de subsídio ao prefeito afastado, salvo se a decisão que o afastou tenha determinado a manutenção de seu pagamento, o que não parece ser o caso”.
Berg Lima continua recebendo salário todo mês sem trabalhar. Somente de janeiro a setembro já embolsou 222 mil reais.


Por Clilson júnior

Comente aqui com o Facebook: