Últimas Notícias

Veja as Manchetes!

terça-feira, 18 de setembro de 2018

Membro de facção criminosa preso em Mauriti diz que sua missão é "eliminar vermes"

Um homem preso por volta das 09h30min desta segunda-feira disse na Delegacia de Mauriti que era integrante de uma facção criminosa e tinha como cargo o de "eliminar vermes" se referindo a membros de outras facções. 

Antoniel Ferreira da Silva, de 43 anos, esteve preso na Penitenciária de Juazeiro por assalto e conquistou a liberdade no último dia 4 de setembro, sendo que, há cinco dias, estava residindo no Conjunto Barrosão em Mauriti-CE.


A polícia recebeu denúncias anônimas apontando em relação a um estranho na Rua 2 daquele conjunto e uma patrulha com o Tenente Alcebíades, os Sargentos J. Cícero e Siqueira e os Soldados F. Neto, R. Inácio e Carvalho foi até lá. Na casa de Antoniel, os PMs encontraram um revólver calibre 38 e mais 30 cartuchos, sendo cinco deflagrados, um bala clava, um punhal, um chapéu modelo Panamá do Exercito Brasileiro e mais um aparelho celular.

Os policiais descobriram ainda contra ele três mandados de prisões preventivas em aberto por assaltos a mão armada em Fortaleza e Ocara e Antoniel responde ainda por crime de porte ilegal de arma de fogo em Iguatu e um homicídio. Ele foi levado à presença do Delegado de Polícia Civil de Mauriti, André Felipe, que o autuou. O mesmo que, em Mauriti, pretendia instalar um comércio de bijuterias e não escondeu o fato de ser integrante da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

Ele ficou calado quando a autoridade policial perguntou se tinha vindo ao município com o objetivo de matar alguém. Antoniel disse ainda ter comprado a arma semana passada na Feirinha da Troca em Juazeiro. Provavelmente, ele deverá retornar à Penitenciária de Juazeiro do Norte.



Site Miséria

Comente aqui com o Facebook: