Últimas Notícias

Veja as Manchetes!

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Nova Pesquisa: Bolsonaro lidera com 27% e Haddad tem 21%, Diz CNI/Ibope

Nova pesquisa do instituto Ibope, divulgada na tarde desta quarta-feira 26, mostra mais uma vez Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) liderando a corrida presidencial. O capitão da reserva possui 27% e o ex-prefeito de São Paulo, 21%.

A pesquisa foi encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Em terceiro lugar, aparece Ciro Gomes (PDT), com 12%, seguido de Geraldo Alckmin (PSDB), com 8% e Marina Silva (Rede), com 6%.
João Amoêdo (Novo) tem 3%, Alvaro Dias (Podemos) e Henrique Meirelles (MDB) tem 2% e Guilherme Boulos (PSOL), 1%. Brancos, nulos e indecisos somam 18%.

Nova pesquisa do instituto Ibope, divulgada na tarde desta quarta-feira 26, mostra mais uma vez Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) liderando a corrida presidencial. O capitão da reserva possui 27% e o ex-prefeito de São Paulo, 21%. 

Veja também
A pesquisa foi encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Em terceiro lugar, aparece Ciro Gomes (PDT), com 12%, seguido de Geraldo Alckmin (PSDB), com 8% e Marina Silva (Rede), com 6%. João Amoêdo (Novo) tem 3%, Alvaro Dias (Podemos) e Henrique Meirelles (MDB) tem 2% e Guilherme Boulos (PSOL), 1%. Brancos, nulos e indecisos somam 18%.

Na medição do chamado “voto válido”, que considera apenas os votos conferidos a candidatos e é o considerado para definir se ocorre ou não o segundo turno, Bolsonaro tem 33% e Haddad, 25%. Portanto, os candidatos do PSL e do PT se enfrentariam em um segundo turno.

Os números divulgados são semelhantes a outra pesquisa do Ibope também divulgada nesta semana, a pedido do jornal O Estado de S.Paulo e da TV Globo. Os levantamentos, são, portanto, feitos a pedido de contratantes diferentes, mas seguem uma mesma metodologia informada pelo instituto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O levantamento encomendado pela CNI e produzido pelo Ibope foi registrado sob a identificação BR-04669/2018. A margem de erro é de 2 pontos porcentuais para mais ou para menos e índice de confiança de 95%. O levantamento ouviu 2.000 eleitores em 126 municípios entre os dias 22 e 24 de setembro.


Por Guilherme Venaglia

Comente aqui com o Facebook: