Últimas Notícias

Veja as Manchetes!

terça-feira, 7 de agosto de 2018

João Azevêdo visita Hospital Padre Zé em JP

“Se o Governo do Estado encerrar as parcerias com o Hospital Padre Zé, nós fechamos as portas”. 

Foi assim que o padre Egídio de Carvalho, diretor-geral do Hospital Padre Zé recebeu, na manhã desta terça-feira (7), o candidato do PSB ao Governo do Estado, João Azevêdo, que visitou o equipamento que presta assistência médica a pessoas carentes e idosos de todo o Estado.

João Azevêdo garantiu ao diretor da unidade hospitalar que as parcerias entre o Governo do Estado e o Hospital Padre Zé serão mantidas, e na medida do possível, ampliadas, caso ele seja eleito nas eleições deste ano.


João Azevêdo ressaltou os investimentos que o atual governo vem fazendo na área da Saúde e as parcerias que foram estabelecidas em várias cidades do Estado com instituições como o Hospital Padre Zé, que gera um impacto direto na Saúde pública.

“Para se ter uma ideia, quando chegamos ao Governo em 2011, era investido R$ 13 milhões no custeio da Saúde, sendo R$ 8 milhões do Sistema Único de Saúde (SUS) e R$ 5 milhões de recursos próprios. Nós abrimos 14 hospitais e esse custeio subiu para cerca de R$ 80 milhões e agora são R$ 4 milhões apenas oriundos do SUS e o restante, R$ 76 milhões, bancados pelo Estado”, afirmou o socialista.

João Azevêdo destacou a importância do trabalho desenvolvido pelo Hospital Padre Zé dentro do conceito da municipalização da Saúde, principalmente pelo público alvo que atende. “É impensável uma pessoa precisar de cuidado e não encontrar, mas a gente tem a certeza que enquanto existir o Hospital Padre Zé, todos que o procurarem serão atendidos e nós estaremos juntos nessa boa luta”, declarou.

Investimentos

O Governo do Estado mantêm sete convênios, sendo quatro com o Instituto São José, mantenedor do Hospital Padre Zé, e três com a Ação Social Arquidiocesana (ASA). Os recursos, na ordem de R$ 3,2 milhões ao ano. No ano 2014, o Governo financiou a compra de equipamentos médicos hospitalares que permitiu a ampliação dos leitos.



MaisPB

Comente aqui com o Facebook: