Últimas Notícias

Veja as Manchetes!

quarta-feira, 23 de maio de 2018

Sindicato diz que já falta combustível em 50% dos postos na Paraíba e só será liberado para serviços

O movimento grevista dos caminhoneiros que transportam combustíveis no estado da Paraíba já começa a afetar o abastecimento nos postos. Mais de 50% dos postos na Paraíba já enfrentam desabastecimento, de acordo com Emerson Galdino, presidente do Sindicato dos Condutores e Empregados em Empresas de Transporte de Combustíveis, Produtos Perigosos e Derivados de Petróleo no Estado da Paraíba (SINDCONPETRO-PB).


Emerson afirmou ainda que a determinação é que saia combustível somente para os serviços essenciais, como os de saúde e policiais. “Já está faltando combustível em mais de 50% dos postos da Paraíba. É daqui que sai combustível pros 223 municípios do Estado. E nas próximas horas vai faltar geral. Só está saindo o combustível para os serviços essenciais, ambulâncias, viaturas da polícia e hospitais”, afirmou o presidente do SINDCONPETRO-PB.

A categoria segue concentrada nos terminais de armazenamento de combustível do Porto de Cabedelo, na Região Metropolitana de João Pessoa, desde a última segunda-feira (21). “A gente não aguentava mais esse aumento absurdo no preço de combustível”, comentou Emerson Galdino sobre a adesão à greve nacional da categoria de caminhoneiros.

Ele ainda pediu a colaboração e adesão de toda a população por considerar que todos são afetados pelos constantes aumentos no preço dos combustíveis. “Acho que não precisa esperar faltar o combustível no carro pra sair pra rua reivindicar. O momento é agora”, declarou.

Em João Pessoa, o litro de gasolina já pode ser encontrado por até R$ 4,39 em alguns postos de combustível. Apesar do preço alto, os motoristas estão lotando os postos e fazendo fila para conseguir abastecer antes que possa faltar o combustível.


Clickpb

Comente aqui com o Facebook: