Últimas Notícias

Veja as Manchetes!

sábado, 7 de abril de 2018

Lula decide se entregar a PF: “Eu vou provar minha inocência”

O ex-presidente Lula resolveu se entregar, neste sábado (7) a Policia Federal e cumprir o mandado de prisão exposto pelo juiz Sérgio Moro. De acordo com o mandado de prisão, expedido na noite da última quinta-feira (5), Lula deveria se entregar até às 17h da sexta-feira (6).

“Vou atender porque eu quero fazer a transferência de responsabilidade. Eles acham que tudo o que acontece nesse país acontece por minha causa”, destacou o petista durante discurso que durou mais de 50 minutos no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Paulo.


Lula voltou a afirmar inocência e disse que provará que não é proprietário do tríplex do Guarujá atribuído a ele e que o levou a condenação de 12 anos e um mês de prisão pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

“Eu não to escondido, eu vou lá na barba deles, para eles saberem que eu não tenho medo, que não vou correr e para saberem que eu vou provar a minha inocência”, destacou Lula que conclamou a militância a levar adiante seus projetos e ideais políticos.

“Não adianta tentar calar minhas ideias elas já estão pairando no ar e tem como prendê-las. Não adianta parar os meus sonhos, porque quando eu parar de sonhar eu sonharei pela cabeça de vocês. Não adianta pensar que tudo vai parar quando Lula tiver infarte porque meu coração baterá pelo coração de vocês… Eu não pararei porque não sou mais um ser humano. Eu sou uma ideia”, afirmou.

Antes, o petista participou de um homenagem a ex-primeira-dama Marisa Letícia e fez um agradecimento especial as principais lideranças que foram até São Bernardo do Campo lhe prestar apoio e lembrou o tempo que era sindicalista.

“Aqui foi minha escola, aprendi sociologia, economia, física, química, e aprendi a fazer muita política, destacou.

“Eu confesso que vivi os meus melhores momentos políticos aqui nesse sindicato. Eu nunca esqueci a minha matricula nesse sindicato, complementou.



MaisPB

Comente aqui com o Facebook: