Últimas Notícias

Veja as Manchetes!

segunda-feira, 2 de abril de 2018

Cobra de quase 2 metros é encontrada em telhado de residência, no Sertão da Paraíba

Uma serpente do tipo jiboia de aproximadamente 2 metros foi encontrada no telhado de uma passarela na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) Campus de Pombal, no Sertão da Paraíba.

De acordo com informações, a serpente foi achada por funcionários que acionaram o corpo de bombeiros.

Uma equipe dos bombeiros esteve no local, o Cabo Douglas, Cabo Campelo, Soldado Leandro e Soldado Alysson, logo deram inicio ao trabalho de retirada da cobra.
Eles tiveram dificuldade para retirar a serpente por conta que ela estava entre as ripas e caibros do telhado.

Após um tempo, a jiboia foi retirada  pelo Corpo de Bombeiros do telhado e levada para ser solta na natureza.

Saiba mais

O termo “Jiboia” é proveniente do tupi, y´bói, sendo “constritora” a referência à forma como mata as suas presas, apertando-as, e sufocando-as. Segunda maior cobra encontrada em território brasileiro depois da sucuri.

Na realidade, a Jiboia é de índole pacifica, não é venenosa, e nunca ataca o homem. Ao contrário, foge à sua aproximação. Porém, quando ameaçada, ataca, apanha as suas vítimas ficando à espreita, ou surpreendendo-as silenciosamente. Como não possui peçonha (presa que inocula o veneno), ela mata suas presas por constrição, ou seja, após o bote ela enrola-se em torno da vitima contraindo sua forte musculatura, e a estrangula, causando a morte por sufocamento. Pode também tentar assustar o inimigo assobiando alto, um assobio chamado popularmente de “bafo de jiboia”, que causaria feridas e/ou manchas na pele.



Radarsertanejo

Comente aqui com o Facebook: