Últimas Notícias

Veja as Manchetes!

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Fortes chuvas melhoram situação de reservatórios de água em todo o Nordeste

Fevereiro tem sido um ótimo mês para os açudes, barragens e reservatórios da Paraíba e do Nordeste. A presença de uma Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) sobre a região tem promovido uma quantidade maior de chuvas do que o comum, o que tem trazido um alívio para diversos reservatórios, o que se reflete no fornecimento de água. A situação, no entanto, ainda é preocupante. Na Paraíba, dos 11 reservatórios apenas 2 estão acima dos 40%.
Especialmente em regiões que vêm sofrendo com a falta de água, como Campina Grande e as cidades adjacentes, a chegada das chuvas tem sido encarada como um alívio.
O açude Epitácio Pessoa mesmo é um destes reservatórios. O Boqueirão subiu 44 centímetros nos últimos três dias, superando a marca de 11% do volume total. São, segundo a Aesa, cerca de 3,6 milhões de metros cúbicos de água a mais do que nos últimos dias. Isso teria sido motivado pelo aumento da vazão das águas da transposição em decorrência das chuvas, e também por conta das chuvas na região.
Entre o fim do ano de 2017 e início de 2018, os açudes nordestinos têm sido notícia devido os baixos volumes registrados. No Ceará, por exemplo, mais de 70% dos açudes monitorados chegaram a ficar com armazenamento inferior aos 30% da capacidade. 
https://p2.trrsf.com/image/fget/cf/940/0/images.terra.com/2018/02/26/79e4ee30e93ab125ed391c1db61380c3.jpg
A chegada das chuvas é boa para os reservatórios da região, mas isso não soluciona completamante os problemas. Afinal ainda há muitos açudes com baixos volumes. Mesmo assim, o benefício dos volumes acumulados acabou amenizando o quadro de seca que era observado até então. Atualmente, três açudes estão sangrando no Ceará, segundo informações da Funceme (Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos), açudes da Paraíba e de Pernambuco também tiveram elevação em seus volumes armazenados.
Mais chuvas - A tendência ao longo dos próximos dias ainda anima. Teremos a presença de mais chuva espalhada para diversas áreas nordestinas. Com a infiltração de umidade vinda do mar e também do interior do país, nuvens carregadas conseguem se espalhar sobre as áreas do sertão.
As áreas que serão mais befeciadas pela chuva nos próximos quinze dias serão o oeste da Bahia e nos estados do Piauí e Maranhão, onde os acumulados oscilam entre os 150 e 250mm. Por outro lado, o leste da Região promete tem uma situação de seca um pouco mais prolongada ao longo dos próximos 15 dias, com volumes acumulados que dificilmente alcançam os 50mm em algumas áreas.
clickpb

Comente aqui com o Facebook: