Últimas Notícias

Veja as Manchetes!

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

FIM: Açude seca e Cagepa para fornecimento de água, em cidade do Sertão da Paraíba

O abastecimento de água da cidade de São José de Piranhas, no Alto Sertão da Paraíba, está suspenso, em definitivo, a partir desta segunda-feira (12), segundo informou a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), em comunicado oficial.

A interrupção no abastecimento, segundo o órgão, se deve ao fim de toda a reserva hídrica existente no açude São José I, conhecido como açude da Cagepa.


De acordo com o coordenador local da Cagepa, Rondinnely Sobral, a empresa só deverá religar os equipamentos para continuar com o fornecimento de água quando o manancial adquirir uma recarga hídrica suficiente, a depender das chuvas dessa quadra invernosa.

Vale lembrar que a Cagepa prestou um serviço de muita qualidade à população, bombeando água limpa e tratada nas torneiras, mesmo captando água muito suja no açude devido ao baixo volume.

Abastecimento por carros-pipas

Em contato com a redação do Radar Sertanejo, os secretários de Agricultura e Transportes do município, Antônio de Haroldo e Edinarco Leite, informaram que a Prefeitura Municipal já iniciou o abastecimento por meio de carros-pipas. São cinco pipas abastecendo 27 caixas de águas diariamente distribuídas nos bairros e conjuntos habitacionais da cidade. O abastecimento foi intensificado desde a segunda-feira passada.

Nova adutora

Na última semana o prefeito Chico Mendes informou que o processo licitatório para a construção da nova adutora que vai levar água da barragem de Boa Vista para a cidade já está em fase de conclusão. O gestor lamentou a demora para licitar uma obra tão necessária como essa em virtude da legislação brasileira, que estabelece as normas gerais sobre licitações e contratos administrativos pertinentes a obras e serviços. “Somos obrigados a cumprir todos os prazos”, disse. Contudo, ele disse que a assinatura da Ordem de Serviço para ser iniciada a obra deverá acontecer nestas duas semanas.



Por Dida Gonçalves

Comente aqui com o Facebook: