Últimas Notícias

Veja as Manchetes!

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Padrasto diz que mãe agredia bebê de 11 meses internada com traumatismo craniano

O padrasto da bebê de 11 meses, que foi internada na segunda-feira (13) no Hospital de Trauma de Campina Grande, com traumatismo craniano, alegou, em depoimento à Polícia Civil, que a mãe da criança a agredia. 

Ele havia dito que o bebê tinha sofrido uma queda, mas o hospital acionou o Conselho Tutelar após suspeitar de agressões físicas. 

Em depoimento à delegacia de Areia, cidade onde o caso aconteceu, o padrasto contou que a mãe da criança, uma adolescente de 16 anos, mentiu ao dizer que havia sido um acidente. Em sua versão, ele alega que ela agrediu a bebê.


A Polícia Civil informou que o inquérito está sendo concluído e que vai encaminhá-lo ao Ministério Público da Paraíba (MPPB) para que sejam resolvidas às questões em relação à guarda da criança. A criança continua internada no Hospital de Trauma de Campina Grande. 

O caso

Uma bebê de 11 meses foi internada na última segunda-feira (13) no Hospital de Trauma de Campina Grande com traumatismo craniano. No início, o padrasto alegava que ela caiu de um batente dentro de casa, na cidade de Areia.

Porém, a equipe médica que atendeu a criança suspeitou de agressão física e acionou o Conselho Tutelar. As versões do padrasto e da mãe da criança, relatadas no dia que a bebê deu entrada no hospital, eram diferentes.



Portalcorreio




Comente aqui com o Facebook: