Últimas Notícias

Veja as Manchetes!

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Governador diz que fecharia o Palácio da Redenção para não prejudicar educação

O governador Ricardo Coutinho (PSB) comentou, nesta segunda-feira (13), sobre a suspensão, por decisão judicial, da tramitação da Lei Orçamentária Anual (LOA) 2018. Ele disse que não deixará haver redução de recursos nas áreas essenciais do Estado. 

“Eu tiro de qualquer canto – mas de qualquer canto. Se fosse, simbolicamente, necessário, eu fecharia o Palácio da Redenção, para não prejudicar a educação”, disse o governador, informando que não há gastos desnecessários no Poder Executivo.  


Ricardo voltou a afirmar que a Paraíba teve, em 2016, um orçamento menor do que em 2015, e em 2017 vai perder, em relação a 2016, cerca de R$ 200 milhões só de FPE (Fundo de Participação dos Estados), em função da repatriação.

“Nossa opção é a educação, é abrir o Hospital Metropolitano em Santa Rita, de cardiologia e neurologia, e o Hospital de Câncer, em Patos, nossa opção é melhorar a vida coletiva das pessoas, no meio de uma crise dessas”, declarou Ricardo.


Assessoria

Comente aqui com o Facebook: