Últimas Notícias

Veja as Manchetes!

sábado, 28 de outubro de 2017

Implantação de fibra óptica na Paraíba deve ultrapassar R$ 40 milhões

O processo de implantação de fibras ópticas no estado da Paraíba continua a todo vapor. Em contato com o Portal MaisPB, o presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa (Fapesq), Cláudio Furtado, informou que as cidades de João Pessoa, Santa Rita, Cabedelo e Campina Grande já estão interligadas. 

Segundo o presidente, até o final de 2018, mais 55 cidades irão dispor da tecnologia. Muito mais avançado do que o cabeamento convencional, o cabo de fibra óptica permite que as informações trafeguem em uma velocidade muito maior.  Ele garante um alto nível dos fios, que fazem uma transmissão de sinais e dados, voz e vídeo com alta performance.

Trazendo tantos benefícios, a tecnologia requer um grande investimento. O presidente afirma que, até o momento já foi destinado R$ 6 milhões para o projeto. Mas até o fim de sua implantação, Cláudio ressalta que vai ser preciso mais de R$ 40 milhões.

Oportunidade

Em programa de financiamento junto com a Caixa Econômica, a Fapesq ofertou mais de 190 bolsas de estudos de mestrado e doutorado em temas interessantes para a Fundação.

Segundo o líder, logo logo um novo edital vai ser lançado oferecendo por volta de 140 bolsas de estudo.  O objetivo, é continuar desenvolvendo pesquisas para destacar a Paraíba em diversas áreas e estimular as pesquisas no Estado.

E no estado da Paraíba um dos maiores problemas enfrentados é a seca. O Fapesq tem buscado trabalhar em prol de soluções ou melhorias nesta áreas crítica. Em parceria com alguns países europeus, um edital de nível mundial vai focar no semiárido e na falta de água.

O gerenciamento e reutilização das águas também vão ser analisados. “O governo tem investido muito na questão hídrica e a gente vai investir na questão do semiárido e na questão do gerenciamento das águas”, conta Cláudio.



MaisPB

Comente aqui com o Facebook: