Últimas Notícias

Veja as Manchetes!

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Feriadão termina com 72 presos e mais de 100 kg de drogas apreendidas, na Paraíba

A Polícia Militar concluiu as operações do fim de semana com a prisão de 72 suspeitos de vários crimes, apreensão de 41 armas de fogo, 103,6 kg de maconha, 109 papelotes de cocaína e 106 comprimidos de anfetamina e artane, em todo o estado. 

O balanço, que foi divulgado pela corporação no começo da manhã desta segunda-feira (16), mostra que mais de 40% das prisões (em 31 casos) os suspeitos já tinham passagem pela polícia, ou seja, eram reincidentes no mundo do crime. Um dos casos foi de um suspeito de 29 anos, que foi preso no sábado (14), após perseguição no bairro de Jaguaribe, na capital.
Ele estava com uma pistola calibre 380 e foi flagrado por moradores realizando disparos para o alto, com o intuito de intimidar as pessoas que passavam na rua. O suspeito já tinha passagens pela polícia por formação de quadrilha, tráfico de drogas, porte ilegal de arma e por envolvimento com explosões a bancos e arrombamentos de lojas de departamento, inclusive com a participação de criminosos do estado do Mato Grosso. 

Outra prisão de reincidente no crime aconteceu em Mandacaru, também em João Pessoa, onde um suspeito de chefiar o tráfico na comunidade Porto de João Tota foi preso com quase 100 kg de maconha enterrada no quintal de casa. O suspeito, que tem 22 anos, está respondendo a processos por formação de quadrilha e porte ilegal de arma.

Foram mobilizados 2.500 policiais para as operações Nômade, Malhas da Lei, Saturação e Impacto, que foram realizadas desde 0h da última quinta-feira até a madrugada desta segunda-feira (16), em todo o estado. A maior delas foi a Impacto, que ocupou bairros e comunidades das cidades de João Pessoa e Santa Rita, na noite da sexta-feira e madrugada do sábado, contando com a presença de drones e do helicóptero Acauã.

Das 72 prisões realizadas nas operações, 39 foram por porte ilegal de arma; 9 em cumprimento a mandados de prisão por roubos e crimes contra a vida; 8 por roubo; 7 por tráfico; 3 por furto; 3 por tentativa de latrocínio; e 3 por homicídio consumado/tentado.



Portalcorreio

Comente aqui com o Facebook: