Últimas Notícias

Veja as Manchetes!

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Anísio diz que não vota em golpista e leva 'puxão de orelha' de Raniery: "passa vergonha"

O deputado estadual Anísio Maia (PT) criticou a política tradicional e disse, nesta terça-feira (10), na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), que não vota em golpista, referindo-se à possível candidatura do senador José Maranhão ao Governo do Estado em 2018. A mágoa de Anísio vem desde o impeachment de Dilma Rousseff.

"Ele ajudou a derrubar Dilma Rousseff e apoia o maior ladrão do Brasil, Michel Temer", disse Anísio.

Sob o argumento de querer renovação, Anísio não é favorável a aliança do PSB com o PMDB, e adianta: "A possibilidade do deputado Anísio Maia, do PT, votar em golpista é zero".


Para o deputado estadual Raniery Paulino (PMDB), os ataques de Anísio são uma injustiça com José Maranhão, pelos serviços prestados que ele tem à Paraíba.

"Eu, particularmente, quando eu vejo um ataque a José Maranhão, me atinge também, porque eu conheço com profundidade José Maranhão e sua obra", disse Raniery. Ele lembrou que vários deputados de partidos que integram o grupo ligado ao PSB também votaram a favor do Impeachment de Dilma Rousseff, a exemplo do Democratas. 

Raniery deu um 'puxão de orelha' em Anísio e pediu respeito.  

"Respeito as posições individuais de cada um, mas acho que deve se tratar com respeito. Porque a política é de tantos altos e baixos, onde esse povo estava misturado, depois é rompido, e se mistura de novo, então passa até vergonha. Eu não coloco ninguém no andor e não coloco ninguém no inferno", disse Raniery. 



Clickpb

Comente aqui com o Facebook: