Últimas Notícias

Veja as Manchetes!

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Bancada paraibana do PMDB diverge em votação de denúncia contra Temer

A votação da denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB), nessa quarta-feira (2), na Câmara dos Deputados, provocou rachas em alguns partidos que compõem a base governista. 

Na bancada paraibana do PMDB, por exemplo, o deputado Veneziano Vital do Rêgo divergiu da orientação partidária e votou pelo prosseguimento da investigação contra Temer. Os deputados André Amaral e Hugo Motta votaram com o governo

Questionado se temia algum tipo de retaliação por divergir do partido, Veneziano disse estar tranquilo com a posição tomada e que o fez de forma equilibrada.
Ele explicou que seu posicionamento não foi contra a figura do presidente, mas para manter a coerência em relação à postura adotada em relação ao processo de impeachment contra a ex-presidente Dilma Rousseff (PT). “Se não época da ex-presidente Dilma defendi que ela se explicasse, não poderia ser outro o meu comportamento agora”, disse.

Já o deputado André Amaral negou qualquer tipo de pressão do partido para votar a favor do presidente Michel Temer. Ao justificar seu posicionamento, o parlamentar disse que sempre acompanhou a orientação partidária. “Trata-se de uma denúncia inédita, sem provas, e em nome da democracia tínhamos que permitir que o presidente continuasse o seu mandato para colocar o país no rumo do desenvolvimento, como já está acontecendo”, disse.



Por Alexandre Freire

Comente aqui com o Facebook: